Escolas estaduais abrem vagas para cursos de educação profissional

São mais de 34 mil vagas em 684 escolas da rede estadual no próximo semestre, com 29 diferentes opções disponíveis

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) está ampliando a oferta de vagas em cursos de educação profissional ministrados nas escolas da rede estadual de ensino. Para o segundo semestre deste ano, estão previstas mais de 34 mil vagas, em 684 unidades de ensino.

“A ampliação da oferta no estado foi realizada de forma cuidadosa, a partir de uma análise da demanda do nosso território. A proposta é atender mais escolas em um raio maior. A ação vem em consonância com o Plano Estadual de Educação”, destaca a diretora de Educação Integral e Educação Profissional, Flávia Paola Meira.

São disponibilizadas 29 diferentes opções de cursos. Em Belo Horizonte, por exemplo, há escolas que ministram cursos de vendas, artes visuais, informática e recursos humanos. Em Montes Claros, no Norte de Minas, é possível se inscrever em cursos de administração e segurança do trabalho. Já em Poços de Caldas, no Sul do estado, há vagas para logística ou marketing, entre outros.

As vagas dos cursos técnicos são destinadas a alunos do 2º e 3º anos do ensino médio de escolas públicas e privadas. Também podem se inscrever pessoas que já tenham concluído o ensino médio. Para verificar a lista de municípios e escolas com oferta de cursos técnicos neste segundo semestre, clique aqui.

Os cursos serão ministrados inicialmente de forma remota, por meio do Regime de Estudo não Presencial, implementado pela SEE/MG durante a pandemia da covid-19.

Necessidades locais

Os cursos são oferecidos a partir de um levantamento de demandas regionais.

No município de Serra dos Aimorés (Jequitinhonha/Mucuri), por exemplo, a Escola Estadual Vanda Reuter disponibilizará curso de Açúcar e Álcool. Segundo o diretor da unidade de ensino, Adão César Coelho, a região está em festa, por ser grande a procura por profissionais desta área.

“Estamos todos muito felizes e orgulhosos. Para se ter uma ideia, temos 11 usinas de álcool na região e uma que será reaberta, que vai gerar ainda mais empregos. A oferta desse curso aqui na escola atende a uma demanda antiga da região”, conta.

O gestor também destaca que a possibilidade de formação técnica dá novas perspectivas aos jovens. “Antes, os jovens formavam e tinham como objetivo fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para tentar uma graduação. Agora, com o curso, eles já vão sair preparados para o mercado de trabalho. É um outro momento para a nossa região”, finaliza Adão César.

Outra unidade de ensino que está na expectativa para os cursos técnicos é a Escola Estadual Chaves Ribeiro, em Itaobim (Jequitinhonha/Mucuri). A unidade de ensino já tem cursos técnicos para as turmas do Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI) e, a partir de agora, irá iniciar turmas nos cursos subsequentes. Os cursos são Serviços Públicos, Administração e Enfermagem.

“Esses cursos são fundamentais. Falta mão de obra qualificada na nossa região e isso já foi destacado por comerciantes. Temos pessoas de cidades vizinhas que vieram procurar vaga para os cursos”, afirma o diretor da escola, Rodrigo Rodrigues Jardim.

Disponibilidade

A divulgação dos cursos e das vagas é feita pelas próprias escolas. As unidades de ensino também são responsáveis pelo processo de seleção.

Os interessados em participar devem entrar em contato com a escola pelo telefone ou e-mail. Confira aqui a lista de e-mails institucionais das escolas estaduais.

 

Cemig

 

%d blogueiros gostam disto: