Zema participa de lançamento do projeto de revitalização de águas com Bolsonaro

Pró-Águas Urucuia faz parte do Programa Águas Brasileiras, que promoverá ações em mais de 100 cidades em Minas Gerais

O governador Romeu Zema participou, na manhã desta sexta-feira (17/9), ao lado do do presidente da República, Jair Bolsonaro, do lançamento do projeto de revitalização da bacia hidrográfica do rio Urucuia, na cidade de Arinos, região Noroeste de Minas Gerais.

O projeto Pró-Águas Urucuia faz parte do total de 26 aprovados no Programa Águas Brasileiras, que promoverá ações de revitalização de bacias hidrográficas em cerca de 250 municípios do Brasil, sendo mais de 100 cidades em Minas Gerais.

O governador parabenizou a cidade de Arinos e região pela participação no projeto do governo federal e destacou a importância da ação para o local.

“Estou aqui no Noroeste de Minas, mais uma vez, para participar do lançamento do projeto Pró-Águas do Rio Urucuia, uma ação importante para segurança hídrica, que é hoje uma grande preocupação em todo o mundo. Desta forma, tudo aquilo que puder ser feito no sentido de preservar água para esta região que produz tantos alimentos, mas que tem um regime de chuvas desigual com outras regiões, é de extrema importância”, disse.

As secretarias de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e de Agricultura, Pecuária e Abastecimento vão acompanhar todo o processo desenvolvido na região para fortalecer a Bacia Hidrográfica do Rio Urucuia.

“A nossas secretarias estão empenhadas em ações neste sentido. Queremos que o agricultor dessa região tenha água para ter produtividade o ano todo. Só assim ele conseguirá gerar renda, empregos e riqueza aqui na região”, afirmou o governador.

Zema ainda ressaltou os investimentos do Governo do Estado na região e se comprometeu a retornar ao local em breve. “Fica registrado aqui meu compromisso de visitar Arinos, cidade de muito progresso, o quanto antes. Esperamos concluir obras importantes aqui na região, principalmente a ponte do rio São Francisco, na cidade homônima, e o trecho de rodovia que liga a cidade de Urucuia a Pintópolis, obra que vai proporcionar uma conexão melhor com Montes Claros e a região Norte do estado”, destacou o governador.

Pró-Águas Urucuia

O Pró-Águas Urucuia, que integra o Programa Águas Brasileiras, vai atender 12 cidades de Minas Gerais (Buritis, Formoso, Arinos, Chapada Gaúcha, Urucuia, Riachinho, Bonfinópolis de Minas, Santa Fé de Minas, Unaí e Uruana de Minas, São Romão, Pintópolis) e duas em Goiás (Formosa e Cabeceiras).

A ação conta com o aporte de R$ 105,8 milhões em investimentos do governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional, para promover a conservação do solo e da água e a recomposição da vegetação nativa em dois mil hectares de áreas degradadas do Rio Urucuia, estratégica para o rio São Francisco.

A ação visa aumentar a disponibilidade de água, contribuindo com a segurança hídrica para o abastecimento humano, a dessedentação animal e o suporte à produção agrícola e ao desenvolvimento sustentável da região Noroeste de Minas Gerais.

O projeto prevê ainda o plantio de 4,5 milhões de mudas de espécies nativas do cerrado ao longo de sua execução, que tem um prazo previsto de até 60 meses. Além disso, cerca de 10 mil alevinos (peixes juvenis) da espécie curimatã pacu serão lançados no rio Urucuia. Os animais são provenientes do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura da Codevasf, em Três Marias.

Maquinário

Ainda durante o evento, o ministro Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, anunciou a entrega de 371 máquinas e equipamentos, que vão beneficiar cerca de 480 mil pessoas em 24 municípios da região Noroeste do estado.

O investimento no maquinário, que poderá ser utilizado pelas prefeituras na revitalização de áreas degradadas e em atividades diversas de produção e apoio, foi de R$ 17,7 milhões. Os recursos foram investidos pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), instituição vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional.

As informações são da Agência Minas.