Trabalhadores podem consultar PIS/PASEP a partir de segunda-feira se têm abono salarial 2017 a receber

 

A partir da próxima segunda-feira (16), trabalhadores vinculados ao PIS podem consultar se têm saldo relativo ao abono salarial 2017 a receber. Conforme a Caixa Econômica Federal, a checagem poderá ser feita de três formas: no aplicativo Caixa Trabalhador, nesta página ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão (0800-726-0207).  No banco, são feitos os pagamentos a empregados da iniciativa privada. Para servidores públicos, vinculados ao Pasep, a consulta será liberada na terça-feira (17) por meio da Central de Atendimento do Banco do Brasil, nos telefones 4004-0001 ou 0800-7290001.

O abono salarial ano-base 2017 começa a ser sacado neste mês. O calendário foi definido em 26 de junho, durante a reunião do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), na sede do Ministério do Trabalho, em Brasília. A estimativa é de que sejam destinados R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores.

Quem nasceu entre julho e dezembro recebe o benefício em 2018. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível em 2019 (confira tabela abaixo). Em qualquer situação, o dinheiro ficará à disposição do trabalhador até 28 de junho de 2019, prazo final para o pagamento.

Os primeiros a receber são os nascidos em julho (para PIS) ou pessoas com inscrição de final zero (para funcionários públicos vinculados ao Pasep, que recebem no Banco do Brasil) – para eles, o saque estará disponível a partir do dia 26 de julho. Para aqueles que têm direito ao benefício, nasceram em julho e possuem conta na Caixa, o crédito em conta será feito ainda antes, em 24 de julho.

Para correntistas do Banco do Brasil (BB), o crédito será efetuado a partir do terceiro dia útil anterior ao início de cada período de pagamento, conforme estabelecido no cronograma abaixo. O BB ainda não informou a partir de que data será possível consultar o saldo.

Fonte : Zero Hora

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: