Temer determina afastamento de quatro vice-presidentes da Caixa por 15 dias

Junto com as alegações finais da Operação Sépsis, os procuradores da força-tarefa da Operação Greenfield, que investiga desvio de recursos de fundos de pensão, encaminharam um pedido para o presidente Michel Temer substituir todos os vice-presidentes da Caixa.

Os afastamentos devem ocorrer até o dia 26 de fevereiro. Se isso não acontecer, Temer pode ser responsabilizado por qualquer ilegalidade na gestão do banco daqui para a frente.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou que o conselho de administração da Caixa deve votar na sexta-feira uma mudança no estatuto do banco. A alteração tira do presidente da República atribuição de nomear ou exonerar vice-presidentes.

Como essa mudança ainda não ocorreu, Michel Temer determinou ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e ao presidente da Caixa, Gilberto Ochi, que afastem quatro, dos 12 vice-presidentes do banco, por 15 dias, para que eles se defendam das acusações. Esses quatro vice-presidentes que serão afastados já são investigados pela Polícia Federal, por suspeita de irregularidades.

Anexos para downloads:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: