Taxa de desocupação aumenta 13%, afirma Pnad

A taxa de desocupação cresceu de janeiro a março deste ano 13% em relação ao trimestre de outubro a dezembro do ano passado. Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, houve queda de 0,6, segundo a Pnad Contínua – Pesquisa Nacional de Amostra a Domicílio.

O estudo revelou que 13,7 milhões pessoas estão desocupadas. Em relação ao trimestre anterior, que tinha 12,3 milhões desempregados,o número cresceu 11,2%. Porém, com a comparação no mesmo período, foi constatada uma queda de 3,4%, já que no ano anterior eram 14,2 milhões desocupados.

A pesquisa relatou ainda que 92,1 milhões pessoas estavam ocupadas neste período, mas que esse número caiu 1,7%, chegando a 90,6 milhões . Em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, havia 88,9 milhões de pessoas empregadas. Ou seja, o número de ocupação apresentou crescimento de 1,8%.

O número de empregados com carteira de trabalho assinada, que representa 32,9 milhões de pessoas, apresentou queda de 1,2% entre outubro e dezembro do ano passado, o que resultou em uma redução de 408 mil pessoas. Entre janeiro e março do ano passado, a queda foi menor que um e meio porcento, com redução de 493 mil pessoas trabalhando com carteira assinada.

O número de empregados sem carteira de trabalho assinada que hoje são 10,7 milhões que também reduziu. Porém cresceu em comparação ao ano anterior, com 533 mil pessoas trabalhando sem carteira assinada.

A categoria dos trabalhadores por conta própria ficou estável, assim como a massa de rendimento real habitual.

Anexos para downloads:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: