PCMG indicia mãe por homicídio culposo em Pitangui

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu, na quarta-feira (18/5), o inquérito policial que investigava a morte de um bebê de cinco meses por desnutrição, em Pitangui, região Centro-Oeste do estado. A suspeita foi indiciada pela prática do crime de homicídio culposo.

O óbito ocorreu em julho de 2021, cerca de dois meses após a denúncia. A mãe, uma mulher de 20 anos, já havia sido afastada do convívio com a criança após o Conselho Tutelar ter sido acionado.

Após tomar conhecimento dos fatos, a PCMG instaurou inquérito policial e deu início aos trabalhos investigativos. No decorrer das investigações, a PCMG requisitou a necropsia da vítima, bem como documentos à instituição que a abrigara e aos hospitais em que o bebê foi atendido. Foram ainda tomados os depoimentos de testemunhas e da investigada.

De posse dos elementos produzidos ao longo da investigação criminal, a Polícia Civil verificou a existência de indícios de que a morte da criança fora causada por negligência da mãe, que por não alimentar devidamente o filho, causou-lhe grave desnutrição o que culminou em sua morte.

Entenda o caso

Em maio do ano passado, uma associação de amparo a crianças e adolescentes foi acionada pelo Conselho Tutelar para realizarem o acolhimento do bebê, que apresentava um quadro grave de desnutrição e que, por esse motivo, havia sido afastado da mãe. Durante o período em que esteve no abrigo institucional, a criança foi submetida a tratamento médico; todavia, menos de dois meses depois, veio a óbito.

As informações são da Polícia Civil

%d blogueiros gostam disto: