Operação apura variedade de crimes em Governador Valadares

Crimes incluem falsidade ideológica, estelionato, sonegação, lavagem e organização criminosa

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Regional Governador Valadares/Teófilo Otoni, em conjunto com a 11ª Promotoria de Justiça de Governador Valadares, Polícia Militar e Polícia Civil, no Vale do Rio Doce, deflagrou, na manhã desta quinta-feira (16) mais uma fase da Operação Fratelli. O intuito é apurar crimes de falsidade ideológica, estelionato, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O grupo criminoso é investigado por crimes contra o patrimônio e, também, por estelionato em vendas e compras de veículos, praticados em Governador Valadares e cidades da região.

Durante a ação, foram cumpridos, em residências de investigados em Valadares e Alpercata, três mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Juízo da 2ª Vara Criminal de Governador Valadares. Uma prisão em flagrante foi realizada. O objetivo é localizar e arrecadar objetos que possam ser usados como elementos de prova em desfavor dos investigados.

A operação desta quinta-feira contou com a participação de promotores de Justiça, policiais militares e policiais civis.
Por determinação judicial, as investigações continuam sob segredo de justiça.

Foto: Ministério Público de Minas Gerais

Resumão

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: