Ex-policial acusado de participação no assassinato de Eliza Samudio é condenado em Contagem

O ex-policial José Lauriano de Assis Filho, acusado de envolvimento na morte de Eliza Samudio, foi condenado, nessa quinta-feira (26), a 22 anos de prisão. O julgamento ocorreu no Fórum de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Após 18 horas de julgamento, Zezé, como é conhecido, foi culpado por participação no assassinato da modelo a mando do ex-goleiro Bruno, e por sequestrar e manter o filho de Eliza em cárcere privado.

A sentença de Zezé foi proferida após decisão de júri popular. O juiz Elexander Camargos Diniz definiu que ele deve cumprir a pena em regime fechado, mas o acusado ainda pode recorrer da decisão judicial para responder em liberdade.

O caso que repercutiu no país ocorreu em 2010, quando Eliza Samudio desapareceu e o goleiro Bruno foi apontado como mandante do crime. O atleta foi condenado pelo assassinato, mas já deixou a prisão.

 

 

Samudio

Anexos para downloads: