Comandante do Corpo de Bombeiros em Muriaé alerta sobre riscos de afogamento nesta época do ano

Tenente Dornelas participou do programa “Plantão de Polícia”, com Jorge Luiz e Gilson Jr.

Comandante do Corpo de Bombeiros em Muriaé alerta sobre riscos de afogamento nesta época do ano
O oficial comanda o 2º Pelotão de Bombeiros, na Gávea, que atende a Muriaé e outras 17 cidades

Nesta época do ano o calor chega forte e, com ele, surge uma grande preocupação: os afogamentos. Assim como em praticamente todas as regiões do país, em Minas Gerais, os casos de afogamento aumentam expressivamente neste período. O assunto foi destaque na Rádio Muriaé (99.5 FM), em entrevista com o comandante do 2º Pelotão do Corpo de Bombeiros, localizado na Gávea, Tenente Dornelas, que participou do programa “Plantão de Polícia”.

O oficial conversou com o apresentador Jorge Luiz e o repórter Gilson Jr., e falou sobre riscos, deu importantes dicas de prevenção, e orientações do que fazer para socorrer vítimas de afogamento (veja ao fim do texto).

A entrevista também foi transmitida em vídeo, em tempo real, pela página da emissora no Facebook.

Assista ao vídeo acima e veja a entrevista na íntegra

 

Ato índice de acidentes automobilísticos na região

Conforme o Tenente Dornelas, dados estatísticos oficiais mostram que, proporcionalmente, das 66 frações do Corpo de Bombeiros espalhadas pelo estado de Minas, o Pelotão de Muriaé é a que mais atende acidentes automobilísticos, estando à frente, até mesmo, do 1º Batalhão de Belo Horizonte, e de unidades localizadas em regiões de muito movimento, como os batalhões de Contagem, Uberlândia e Juiz de Fora.

Ainda sobre ocorrências de trânsito, o comandante destacou o alto número de acidentes com motocicletas. Segundo ele, a cada dia, sua equipe atende em média a cinco (5) acidentes envolvendo motos.

 

Orientações do Corpo de Bombeiros sobre afogamentos

– Se não sabe nadar, não se arrisque

– Evitar nadar sozinho

– Não ingerir bebida alcóolica antes de entrar na água

– Não imergir em água após lanches e refeições

– Não saltar de locais elevados para dentro da água

– Nunca deixar crianças sozinhas (mesmo que saibam nadar) sem supervisão de um adulto

– Dar preferência para locais onde há guarda-vidas e permanecer próximo ao mesmo

– Observar sinalização (se houver), para verificar se o local é apropriado ou não para banho

– Em caso de afogamento, não tentar salvar a vítima sem estar devidamente habilitado para fazê-lo

– Ao invés da ação corpo a corpo, lance objetos flutuantes para a vítima (bóias, “isopor”, madeiras, pranchas e outros), ou corda para retirá-la da água

 

Texto: Rádio Muriaé – reprodução na íntegra ou parcial do conteúdo (texto e imagem) permitida somente mediante crédito.

 

Fonte : Radio Muriaé

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: