Senado aprova a lei ‘Marília Mendonça’ que determina a sinalização de torres de energia

Lei homenageia a cantora Marília Mendonça que morreu vítima de acidente aéreo após colidir em redes de energia elétrica

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado aprovou, nessa terça-feira (30), o projeto de lei ‘Marília Mendonça’, que determina a sinalização de torres de energia. Conforme a proposta, do senador Telmário Mota (Pros-RR), que recebeu parecer favorável da relatora, senadora Kátia Abreu (PP-TO), devem ser sinalizadas todas as linhas de transmissão de energia elétrica.

De acordo com o projeto, as torres devem ser pintadas com cores que façam com que pilotos de aeronaves as identifiquem e fiquem atentos ao sinal de perigo. O texto prevê também medidas extras de segurança para a sinalizar suportes instalados em locais que dificultem a visão. Além de permitir que concessionárias e permissionárias utilizem placas de advertência para agregar à pintura dos suportes de transmissão de energia e outros diligências.

O projeto foi denominado como Lei Marília Mendonça em homenagem à cantora falecida, vítima de acidente aéreo. O avião em que a artista estava, com mais 4 pessoas, colidiu em redes de transmissão de energia elétrica e caiu em Caratinga, na Zona da Mata mineira, onde faria um show em 5 de novembro.

Em relação ao acidente, Kátia Abreu afirmou que ela e toda a sua família ficaram muito tristes com o que ocorreu com a cantora. Porém, destacou que a fatalidade poderia ter sido evitada e a PL pode evitar novos choques de aeronaves. Vale destacar que, se não houver recurso para votação em Plenário, o texto segue para análise da Câmara dos Deputados.

 

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: