Secretário de Radiodifusão da MCTIC defende chip FM desbloqueado no celular

Em reunião do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional (CCS), na segunda-feira (18), o secretário de Radiodifusão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Elifas Chaves Gurgel, aconselhou que o consumidor compre apenas aparelho de celular que tenha o chip FM desbloqueado. O secretário recomendou a todos que exijam e comprem aparelhos com recepção de FM.

Gurgel também recomendou que as pessoas se interessem por aparelhos com recepção de TV aberta. “Eu recomendo a todos que exijam e comprem aparelhos que já venham adequados à tecnologia de recepção de TV e rádio abertos. Há apenas uma grande empresa de telefones que não tem essa possibilidade”, disse o secretário.

A liberação do chip FM é uma das prioridades da ABERT, que tem atuado junto ao governo federal e ao Congresso Nacional para que o projeto que obriga a inserção e habilitação do dispositivo em todos os celulares fabricados no país seja aprovado em definitivo. Em 2014, a ABERT lançou a campanha “Smart é ter rádio de graça no celular”, que incentiva a população a optar por um aparelho com chip FM na hora da compra e busca sensibilizar a indústria a fabricar aparelhos com receptor de rádio FM.

“A população brasileira, em especial a de baixa renda, não pode depender de internet para ter acesso à programação do rádio FM no celular. O desbloqueio do chip não aumentará o preço do aparelho e será um grande aliado da população, principalmente em situações de emergência e catástrofes diversas”, afirma Cristiano Lobato Flores, diretor geral da ABERT.

De acordo com a Associação, 100% dos celulares de até R$ 300 já vêm com rádio FM. Já nos smartphones acima deste valor, o percentual dos modelos equipados com receptor FM fica em 70%: dos 100 celulares à venda no mercado, 70 possuem rádio FM integrado.

Congresso analisa proposta

Está em tramitação no Congresso Nacional um projeto de lei, aprovado pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara, determinando que todo aparelho de celular fabricado no Brasil seja vendido com o chip FM desbloqueado. A proposta, de autoria do deputado licenciado Sandro Alex (PSD-PR), está em análise na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (CDEICS).

Por: Tudo Rádio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: