Polícia Federal prende suspeitos de realizar clonagem em cartões no Norte de Minas

Duas pessoas foram presas em uma operação da Polícia Federal realizada na manhã desta quarta-feira (27) que investiga fraudes bancárias em cartões, no Norte de Minas.

Foram presos um homem de 29 anos e uma mulher de 37. Os dois fazem parte de um grupo especializado em instalar dispositivos de captação de senhas e dados de cartões de clientes da Caixa Econômica Federal.

Após a clonagem os criminosos realizavam saques com os cartões. O crime era cometido principalmente em cartões que não tinham chip.

A prisão do homem aconteceu em Montes Claros, já a da mulher em Icaraí de Minas, onde o grupo mantinha contato para a ação criminosa.

De acordo com a Polícia Federal, o grupo costumava realizar as clonagens no período da manhã, quando as agências bancárias ainda estavam vazias.

Para realizar o crime, o grupo instalava dispositivos eletrônicos capazes de captar dados da tarja magnética. Além disso, eles também instalavam uma câmera para captar as senhas digitadas.

A partir disso, os dados eram recolhidos e os criminosos reproduziam cartões com estas informações.

De acordo com a PF, as investigações tiveram início há cinco meses, após denúncia do próprio banco. A suspeita é de que tenham sido roubados cerca de R$ 100 mil de 400 vítimas no período.

Os presos foram ouvidos pela polícia e devem responder pelo crime de furto qualificado.

Anexos para downloads:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: