Podcast: Sessão Pipoca indica os lançamentos dramáticos da semana

Nada melhor que aproveitar o tempo livre no final de semana para assistir um bom filme ou maratonar aquela série que não te deixa sair do sofá. Mas, com tantas opções nas diversas plataformas de streaming, pode ser difícil escolher o que assistir.

Quem nunca abriu o catálogo de filmes e ficou mais tempo vasculhando do que realmente assistindo, que atire a primeira pedra, né? Pois é, essa indecisão acaba aqui. Todas sextas-feiras, o Portal AMIRT vai listar filmes e séries para você curtir seu tempo vago com bastante entretenimento. Cada semana um gênero ou tema serão abordados.

Sessão Pipoca:

E aí, pipoqueiro! Esse episódio é para você que gosta de série e filmes dramáticos. Preparado para as indicações? Então, confira:

Round 6

A série sul-coreana original da Netflix, que estreou na última semana, tem ganhado grande destaque quanto aos acontecimentos chocantes nos episódios. A produção mostra um jogo perigoso no qual você ganha ou morre, sem meio-termo. O game convida 456 jogadores que estão com dívidas até o pescoço e que estão prestes a perder tudo o que possuem. Ou seja, pessoas que estão desesperadas por dinheiro e que, por isso, sentem que não têm nada a perder. A série transforma brincadeiras infantis em competições que valem a riqueza ou a sua própria vida. No primeiro episódio, um robô em forma de criança gigante, com câmeras nos olhos e com detectores de movimento, canta na tradução para o português, a frase “batatinha 1, 2, 3” e quando ela para, o jogador também precisa parar de se movimentar totalmente para não ser eliminado.

A menina que matou os pais e O menino que matou meus pais

Os dois filmes, que são lançamentos da plataforma de streaming Amazon Prime Vídeo, explora o caso Suzane Von Richthofen, crime que chocou o país no ano de 2002. Nas obras é mostrado a versão dos fatos, mas cada um com sua versão, sendo a primeira pelo ponto de vista do namorado, Daniel Cravinhos. Os filmes tem uma proposta interessante, de explorar os dois lados dos depoimentos de Suzane e Daniel, que eram vistos como um casal de jovens apaixonados. Mas, na hora do julgamento, foi um combate para jogar a culpa no outro com o intuito de fugir de uma pena mais pesada. Em um filme, Suzane era a pessoa problemática e a mentora do crime, enquanto no outro foi Daniel que manipulou a garota para matar seus pais.

A série Round 6 pode ser encontrada no catalogo da Netflix. Já os filmes “A menina que matou os pais” e “O menino que matou meus pais” podem ser encontrados na plataforma Prime Vídeo.

 

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: