Força Estadual mobiliza população em Buritizeiro para redução de casos de dengue

Equipe já visitou mais de 800 casas para remoção de focos de Aedes aegypti

A Força Estadual para Arboviroses da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) está em Buritizeiro, no Norte de Minas, desde 26/4, para fortalecer as ações de enfrentamento ao Aedes aegypti. Em parceria com a prefeitura municipal, mais de 11 agentes de endemias, já visitaram aproximadamente 800 casas para removerem focos do mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya, além da aplicação de larvicida para eliminação de larvas e conscientização da população. A equipe de campo ficará na cidade até a próxima sexta-feira (6/5).

O secretário de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, alerta que 2022 preocupa muito. “A cada três anos a dengue vem com força e, neste ano, já temos um número de casos prováveis de dengue maior que do ano passado”, afirma.

Para prestar apoio aos municípios, que apresentam risco alto ou muito alto para epidemia de arboviroses, a SES-MG realiza ações pontuais nas cidades. “Estamos com uma equipe em campo fazendo visitas domiciliares, orientando sobre a importância de não deixar água parada e cuidar de sua casa para que não tenhamos um aumento maior de casos”, explica.

Mais de 10 mil domicílios serão visitados pelos agentes de endemias do município e a Força Estadual, segundo o secretário de Saúde de Buritizeiro, Sinvaldo Alves. “Pedimos a colaboração dos moradores para receberem os agentes, queremos que a população compre a ideia para juntos vencermos a guerra contra o mosquito Aedes”, reforça.

A Força Estadual atua em quatro eixos: controle vetorial, assistência à saúde, vigilância epidemiológica, comunicação e mobilização. Durante essa semana, as equipes de saúde locais passaram por treinamentos com a SES-MG em controle vetorial, assistência à saúde, vigilância epidemiológica, laboratorial, entomológica para a  realização de diagnósticos e construção de plano de ações.

Para sensibilizar e engajar a população, a prefeitura criou o filtro em rede social “Eu faço parte da luta contra a Dengue em Buritizeiro”. As escolas municipais e estaduais também estão sendo mobilizadas para a promoção de palestras, atividades teatrais, a elaboração de redações e desenhos para concursos entre os estudantes. No dia 5/5, alunos e professores de escolas públicas irão realizar uma caminhada para divulgar e sensibilizar a comunidade local quanto aos riscos da dengue.

Até 26/4, de acordo com o Boletim Epidemiológico da SES-MG, em Buritizeiro foram registrados 247 casos prováveis de dengue, 1 óbito, além 4 de casos chikungunya. Não há mortes por chikungunya registradas na cidade.

Prevenção

As ações de prevenção à dengue, zika e chikungunya envolvem a eliminação dos focos e potenciais criadouros do mosquito. A SES-MG reforça junto à população as seguintes medidas:

–  Manter as lixeiras tampadas;

– Limpar o quintal de forma que não tenha lixo e entulhos;

– Garrafas e baldes de cabeça para baixo;

– Verificar se os aparelhos de ar-condicionado, umidificador e geladeira estão vazios e secos;

– Limpar ralos e cobrir com telas;

– Não colocar pratos de água em vasos de plantas;

– Lavar frequentemente bebedouros de animais;

– Manter limpos ralos internos e externos e calhas.

A dengue é uma doença que pode levar a óbito rapidamente, portanto, caso tenha febre de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, e manchas vermelhas na pele, deve-se procurar uma unidade de saúde.

As informações são da Agência Minas Gerais.

Foto: SES-MG / Divulgação

Gabrielle Junqueira

Jornalista com experiência em produção de conteúdo para rádio, televisão, revista, portal de notícias e podcasts.

%d blogueiros gostam disto: