Dom Walmor Oliveira é o novo presidente da CNBB

O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, foi eleito nesta segunda-feira (6) como novo presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Dom Walmor Oliveira estudou no Seminário Santo Antônio, em Juiz de Fora, nos anos 1970 e 1971. Em 9 de setembro de 1977, foi ordenado padre, ainda na cidade. A escolha de seu nome para presidir a CNBB se deu durante a 57ª Assembleia Geral da Conferência Nacional de Bispos do Brasília. Dom Walmor recebeu a maioria absoluta de 301 votos.

“Aceito com humildade, aceito com temor e aceito à luz da fé”, foram as primeiras palavras que ele dirigiu à plenária. Ainda conforme Walmor, só será possível recuperar a força da colegialidade da Igreja no Brasil a partir de uma escuta profunda dos irmãos e do povo de Deus. Ele pediu a Deus que não falte sabedoria para assumir este serviço. Dom Walmor assume o cargo até então ocupado pelo cardeal Sérgio da Rocha, arcebispo de Brasília, pelos próximos quatro anos.

O novo presidente da Conferência é doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana (Roma, Itália) e mestre em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico (Roma, Itália).

História

Dom Walmor Oliveira nasceu em 26 de abril de 1954 e é natural de Côcos, no interior da Bahia. Ele é o primeiro baiano a estar à frente da CNBB. Em sua trajetória de formação, cursou Filosofia e Teologia no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio em Juiz de Fora, onde também, mais tarde, foi reitor. Continuou os estudos na Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras em São João Del-Rei (MG). Fez mestrado em Ciências Bíblicas no Pontifício Instituto Bíblico (Roma, Itália) e doutorado em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana (Roma, Itália).

Em 9 de setembro de 1977, foi ordenado sacerdote. Em 1998, Dom Walmor Oliveira foi nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, pelo então para João Paulo II. Seis anos depois, foi nomeado arcebispo metropolitano de Belo Horizonte e, depois, escolhido para ser um dos quatro representantes do Brasil na XII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, realizada em Roma. Seis anos mais tarde, foi nomeado pelo Papa Francisco para integrar a Congregação para as Igrejas orientais, se tornando um referencial para os fiéis católicos de Rito Oriental no Brasil e desprovidos de ordinário do próprio rito.

Na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, o Arcebispo presidiu a Comissão para a Doutrina da Fé durante os exercícios 2003 a 2007 e de 2007 a 2011, com importante contribuição na nova tradução da Bíblia da CNBB. Também exerceu a presidência do Regional Leste II da CNBB – Minas Gerais e Espírito Santo.

Com mais de 15 livros publicados, dom Walmor é membro da Academia Mineira de Letras, Cidadão Honorário de Minas Gerais e dos municípios de Caeté e Ribeirão das Neves. O novo presidente da CNBB também foi agraciado com a Comenda Dom Luciano Mendes de Almeida, da Faculdade Arquidiocesana de Mariana, e com o título de Doutor Honoris Causa, da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia.

Por Tribuna de Minas – Juiz de Fora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: