Cruzeiro enfrenta Remo no jogo de volta pela terceira fase da Copa do Brasil

Com três vitórias seguidas, Raposa precisa vencer Remo por dois gols de diferença para se classificar

Após três vitórias seguidas na Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro precisará manter o mesmo foco e boa fase para  o duelo contra o Remo pela Copa do Brasil.

Para avançar às oitavas de final, a Raposa é obrigada a superar o tabu de mais de 42 anos sem vencer o Leão Azul no jogo desta quinta-feira (12), às 19h30, no Independência, pelo jogo de volta da terceira fase do torneio. O time estrelado precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar. Já o Remo joga pelo empate.

A última vitória do Cruzeiro sobre o Remo foi em outubro de 1979, quando a Raposa ganhou por 3 a 0, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. Desde então, foram oito jogos, com seis derrotas e dois empates.

Como perdeu por 2 a 1 na ida, no estádio Baenão, em Belém, o Cruzeiro terá que ganhar por pelo menos dois gols de diferença para se classificar. Vitória celeste por um de vantagem leva a decisão para os pênaltis. Já o Remo joga pelo empate.

Além da classificação às oitavas, estará em jogo a premiação de R$ 3 milhões ao vencedor do confronto.

Para a partida, o técnico Paulo Pezzolano não poderá contar com o volante Neto Moura, titular absoluto do treinador uruguaio que já disputou a Copa do Brasil pelo Mirassol. O substituto natural seria Fernando Canesin, mas o jogador se recuperou recentemente de lesão na musculatura flexora do joelho e não joga desde o dia 8 de abril. Desta forma, a opção mais viável para começar a partida deve ser Adriano.

No Remo, o técnico Paulo Bonamigo tem os desfalques do lateral-direito Ricardo Luz (lesão na coxa) e do atacante Rodrigo Pimpão (jogou a Copa do Brasil deste ano pelo Operário-PR).

CRUZEIRO x REMO 

Cruzeiro: Rafael Cabral; Zé Ivaldo, Oliveira e Eduardo Brock; Geovane, Willian Oliveira, Adriano (Fernando Canesin) e Matheus Bidu; Jajá, Luvannor e Edu. Técnico: Paulo Pezzolano

Remo: Vinícius; Kevem, Daniel Felipe, Marlon e Leonan; Anderson Uchôa, Paulinho Curuá e Erick Flores; Bruno Alves, Fernandinho e Brenner. Técnico: Paulo Bonamigo

Motivo: jogo de volta – terceira fase da Copa do Brasil
Data: quinta-feira, 12 de maio de 2022
Horário: 19h30
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ)

*Com informações da Rádio Itatiaia – Associada Amirt

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

%d blogueiros gostam disto: