CBF testa novo recurso para definir impedimento em curso do VAR para Séries B, C e D

Tecnologia trará maior autonomia para os árbitros durante os jogos

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) passou a testar uma nova tecnologia que será capaz de definir o impedimento das partidas nos torneios realizados pela entidade. A novidade deverá ser implantada em todas as competições, assim como nas Séries B, C e D do Campeonato Brasileiro, que passarão a contar com o recurso do árbitro de vídeo.

O chefe do departamento de arbitragem e líder do projeto VAR na CBF, Sérgio Corrêa, comentou que a novidade poderá trazer maior autonomia aos árbitros: “O treinamento que nós estamos fazendo, que é uma adaptação da tecnologia, nos traz algumas novidades, como a oportunidade do próprio árbitro colocar e inserir as linhas de impedimento.”

O instrutor de arbitragem da CBF, Rodrigo Jóia, explicou como a nova tecnologia poderá ajudar os árbitros dentro de campo: “Uma das novidades do VAR e dessa nova tecnologia é a possibilidade do VAR fazer a marcação de impedimento com o touch da tela, ou seja, com o dedo dele (do árbitro), ele consegue separar a parte do corpo tanto do defensor quanto do atacante, que está mais próximo da linha de fundo, e com isso ele ganha agilidade e precisão”.

O árbitro Thiago Duarte Peixoto destacou que a tecnologia irá auxiliar nas partidas: “Isso facilita o nosso trabalho, porque nós mesmos conseguimos colocar onde exatamente as linhas têm que estar, então acredito que a gente possa ganhar tempo com isso.”

A Série B do Campeonato Brasileiro contará com o VAR a partir do segundo turno. As Séries C e D, por sua vez, irão contar com a tecnologia nas fases finais de ambas as competições.

Foto: CBF TV/Reprodução

policial