Campanha contra Febre Aftosa pretende imunizar cerca de 140 mil cabeças de gado na região

Campanha contra Febre Aftosa pretende imunizar cerca de 140 mil cabeças de gado na região
(Foto: Arquivo Rádio Muriaé)

Começou no início do mês de maio a primeira etapa da campanha de vacina contra a febre aftosa. De acordo com o fiscal agropecuário do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) George Henrique, o objetivo é imunizar 138 mil cabeças de gado nas cidades que compõem a microrregião de Muriaé como Antônio Prado de Minas, Eugenópolis, Patrocínio do Muriaé, Barão do Monte Alto, Rosário da Limeira, Miradouro e Vieiras.

As doses podem ser compradas nas lojas credenciadas e o próprio produtor rural pode realizar a aplicação.

Aqueles que não vacinarem o rebanho terão que pagar uma multa de R$ 92,72 por cabeça de gado. Para aqueles que vacinarem e não comprovar, a multa é de R$18,56 por animal.

Erradicação da vacina

Minas Gerais está perto de ter a febre aftosa erradica. A última aparição da doença foi em 1996, no município de Itaguará, região central do estado.

Caso não apareça nenhum caso em Minas Gerais, em 2021 a doença será erradicada no estado. Com isso, a exportação de carne aumentará consideravelmente pelo fato da maioria dos países desenvolvidos exigirem o selo de erradicação.

Segundo especialistas, o vírus é altamente resistente e pode sobreviver até dois meses entre os animais. Nas carnes o tempo que o vírus sobrevive é ainda maior, podendo chegar a seis meses.

Sintomas da Febre Aftosa

O animal com febre aftosa apresenta aftas na língua, boca, feridas nas tetas, no casco, excesso de baba e fica manco, além de não conseguir se alimentar.

Aparição da doença

Caso a doença seja detectada, todo animal que vive num raio de três quilômetros precisa ser abatido.

Como regularizar a vacina

A vacina pode ser regularizada através do site; ima.mg.gov.br. A senha para a regularização é o cupom fiscal da própria vacina.

A primeira etapa da campnha segue até o dia 30 de junho. A segunda etapa acontecerá em novembro.

 

Fonte : Rádio Muriaé

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

%d blogueiros gostam disto: