Venda de pescados na Quaresma deve ser até 30% maior este ano

Conforme a tradição católica, muitos optam por abstinência de carne vermelha durante os quarenta dias do período 


A tradição de fiéis católicos de não consumir carne vermelha durante a Quaresma, período de quarenta dias antes da Páscoa, aumenta o comércio de carne de peixe em Uberaba.
Comerciante com estabelecimento no Mercado Municipal, centro da cidade, consultado pela reportagem do Jornal da Manhã, se mostrou animado com o início do período. Wesley César Ferreira, proprietário do Mercadão do Peixe, estimou o aumento para o ano de 2019. “No decorrer da Quaresma nós estamos esperando aumento de 20% a 30%”, revela. O comerciante afirmou que está preparado para o aumento da procura.
Paulo Henrique Barra, office boy, afirma que em sua família a maioria das pessoas segue a tradição. “Não é um consumo muito maior, mas é um aumento razoável”, esclarece. Ele afirmou, ainda, que durante a Semana Santa o consumo de peixes em sua casa é maior que no restante do período da Quaresma.
Na Semana Santa, demanda por peixes chega a crescer até 100% 
O comerciante Wesley César Ferreira, proprietário do Mercadão do Peixe, disse também que o aumento das vendas nos dias que antecedem a Sexta-feira da Paixão, que neste ano será em 19 de abril, geralmente é a data que registra as maiores vendas no seu comércio. Para esse ano a previsão é que as vendas aumentem 100%. “As vendas dobram na Semana Santa, é uma correria grande”, ressalta. De acordo com ele, os produtos mais buscados em seu comércio são filé de tilápia, surubim, dourado em postas, filé de aruanã, cascudo e porquinho. O cliente Paulo Henrique Barra afirmou que os mais buscados por ele são o surubim e a traíra. (LGR)

Postado originalmente por: JM Online – Uberaba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: