Trote Cidadão alerta comunidade sobre os perigos da água parada

Secom PMI

Para disseminar ações prioritárias na luta contra Dengue, Zika e Chikungunya, profissionais da Saúde divulgam informações em parceria com estudantes de Medicina

O trabalho realizado pela Secretaria de Saúde de Ipatinga de vistoriar residências, promover a aplicação de inseticidas com carro fumacê e UBV Costal ganhou, nesta terça-feira (20), um apoio especial em um dos bairros mais populosos da cidade, o Bom Jardim. O evento ‘Trote Cidadão’ levou para as ruas 30 acadêmicos do curso de Medicina do Instituto Metropolitano de Ensino Superior (Univaço).

Em parceria com os Agentes de Combate a Endemias do município, os estudantes abordaram a comunidade com material informativo e reforçaram os cuidados que todos devem ter para prevenir doenças como Dengue, Zika e Chikungunya. O Bom Jardim é o bairro da cidade que, atualmente, registra um índice alarmante de 12,5% de infestação larvária do mosquito Aedes aegypti.

A estudante de Medicina Rafaela Alves ficou assustada ao saber dos indicadores de infestação do inseto no município. “Às vezes, as pessoas não têm noção da importância desse assunto como pauta de saúde pública. A experiência neste ‘Trote Cidadão’ me ensina a relevância do trabalho de educação, de informação e conscientização das pessoas, já neste início de formação acadêmica. Cada um precisa fazer a sua parte, para que a cidade toda saia ganhando”, destacou.

Maria Joana de Jesus é moradora do bairro Bom Jardim há mais de 20 anos. Abordada pelas alunas, ela citou que já esteve com a saúde abalada por causa da Dengue. “A gente não pode brincar com esse mosquito. Se cada um cuidar do seu quintal, acabando com a água parada, com certeza os casos dessas doenças vão diminuir muito nos postos de saúde”, alerta.

Nova intervenção
Nesta quarta-feira (21), uma nova ação do ‘Trote Cidadão’ será realizada na praça principal do bairro Esperança, núcleo habitacional onde o índice de infestação do mosquito é de 6,5%, conforme revelou o primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti de 2018.

MAIS FOTOS
Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

Pesquisar