Teste de saliva desenvolvido na UFU tem mesma eficácia do RT-PCR

O teste de saliva que pode detectar o Coronavírus está sendo testado na UFMG e o próximo passo é ser aprovado pela Anvisa

Um teste de saliva para detectar a Covid-19 foi criado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), no Triângulo Mineiro. Conforme a instituição, o método analisa as amostras de saliva e tem apresentado a mesma eficácia do RT-PCR.

O teste faz parte do “Projeto institucional em rede: laboratórios de campanha para testes de diagnóstico da Covid-19”. Assim, exames têm sido feitos em vários estados para comparar resultados. O método, que foi desenvolvido pelo professor Luiz Ricardo Goulart da UFU, agora é testado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

De acordo com Vasco Azevedo, professor da UFMG que coordena a fase de testagem, as pesquisas fazem parte do esforço para mostrar que o método é eficiente. Conforme o professor, o próximo passo é buscar a aprovação junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O exame por saliva tem eficácia de 92%, que é considerado eficiente. Além disso, o teste é mais rápido e menos invasivo que o RT-PCR. Ainda segundo Azevedo, após aprovação da Anvisa, o método será certificado e poderá ser comercializado e utilizado em larga escala.

Foto: UFMG/ Divulgação.

Leia também:

teste de saliva

Anexos para downloads: