Servidores do governo de Minas recebem salários integrais a partir desta sexta-feira (6)

O governo explicou que a medida só foi possível após venda da folha de pagamento para o Banco Itaú

Os salários de mais de 480 mil servidores ativos, inativos e pensionistas do governo de Minas Gerais começam a ser pagos integralmente a partir desta sexta-feira (6). Desde fevereiro de 2016, os pagamentos eram feitos de forma parcelada.

No mês passado, o Executivo anunciou que isso foi possível após venda da folha de pagamento do estado para o Banco Itaú por R$ 2,42 bilhões. O contrato possui duração de cinco anos. Agora, os servidores receberão salários integrais e no 5º dia útil.

O parcelamento dos vencimentos foi implantado pelo ex-governador Fernando Pimentel (PT). A medida de caráter emergencial foi criada por causa da crise econômica enfrentada em Minas. A princípio, ela duraria três meses, porém acabou permanecendo por 5 anos.

O governador Romeu Zema (Novo) optou por permanecer com o parcelamento até junho de 2020. Na época, ele começou a regularizar os salários de servidores da Saúde e da Segurança Pública. Zema disse ainda que pretende continuar sem o parcelamento dos salários dos servidores até o término do seu mandato, ou seja, em dezembro 2022.

 

Leia também:

 

 

 

Senador Rodrigo Pacheco

Anexos para downloads: