Saiba as principais dicas para visitar um recém-nascido

O nascimento de um bebê traz bastante alegria para a família e consequentemente os parentes e amigos que ficam curiosos para conhecerem o recém-nascido.

Mas, para ir visitar um neném, é preciso saber como se portar, já que o momento deve ser agradável para os ambos os lados. No entanto, a visita acaba se tornando cansativa e até mesmo aterrorizante para as mães.

De acordo com o pediatra Alexandre Nikolay, coordenador da pediatria do Hospital Santa Lúcia, o ideal é evitar visitas até os 28 dias de vida da criança e deixar as hospitalares apenas para os familiares mais próximos.

As pessoas não estão proibidas de ver a crianças, mas, se for visitar, é preciso ficar atento à saúde e à higiene, além de solicitar a visita aos pais.

A mãe é a que mais sofre com a entrada e saída de gente em casa, já que nessa fase da maternidade, as mulheres sofrem alterações físicas e hormonais, ficando mais emotivas e sensíveis. Por isso, o apoio e compreensão são fundamentais.

O pediatra ainda destaca que dizer não para pessoas próximas pode ser difícil, mas é necessário. Ele ainda diz que os pais devem impor e defender os pilares que traçaram para a educação do bebê.

Outra polêmica nas visitas são os beijos. Os especialistas afirmam que a boca e a saliva são transmissoras de doenças, por isso é preciso muito cuidado.

O pediatra José Gabel, da Sociedade Brasileira de Pediatria ressalta que só é permitido se os membros da família, cuidadores, parentes próximos e amigos estiverem saudáveis, porém, mesmo assim, é importante procurar as regiões de couro cabeludo.

Dicas para quem vai visitar um recém-nascido

Ligue para a mãe antes e pergunte se ela está disposta a receber visitas. Também pergunte o melhor horário e, se possível, faça uma visita breve. Ofereça-se para ajudar, seja lavando uma louça ou até olhando o bebê. Além disso, deixe as visitas hospitalares apenas para os mais próximos e higienize as mãos antes de entrar em contato com o bebê.

Não se esqueça que não deve visitar o bebê se você tiver algum sintoma de doença.  Não beije, cheire ou fale perto do rosto do neném. Evite pegar na mão da criança. Também evite levar outras crianças, já que podem ser portadores de doenças, devido o contato com outras crianças de escolas ou creches. Por fim, evite comentários desnecessários, que possam incomodar os pais e não pegue o neném caso tenha usado algum creme com medicação.

(com supervisão de Victor Veloso)

Anexos para downloads:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: