Rodolfo comemora fim do jejum ao salvar América de derrota

Atacante referência de gols no América não marcava desde maio

Demorou três meses, 16 jogos, e pouco mais de 1000 minutos em campo, até Rodolfo voltar a balançar as redes. O atacante encerrou o jejum no empate por 1 a 1 com a Chapecoense, segunda-feira passada (16), em Chapecó, pelo Campeonato Brasileiro. Um gol que não livrou o América da zona de rebaixamento, mas evitou uma derrota para o lanterna do torneio.

Rodolfo, que entrou no segundo tempo na vaga de Chrigor, aproveitou o cruzamento de João Paulo para marcar, já aos 48 minutos. O América, que viu a Chapecoense ficar com um jogador a menos após a expulsão de Kadu, aos 18 minutos do segundo tempo, não conseguiu se impor. Acabou levando um gol aos 41 minutos e sofreu para arrancar o empate.