Primeiro rádio modelo Capelinha é entregue à artista mineiro, em BH

A Associação Mineira de Rádio e Televisão (AMIRT) realizou a primeira entrega do rádio modelo Capelinha, nessa quinta-feira (05), ao artista plástico e pintor mineiro, Fernando Pacheco, em Belo Horizonte.

Fernando Pacheco é um dos artistas de Minas Gerais escolhido para produzir a obra de arte, que fará parte da ‘Mostra Rádio e Movimento’, em comemoração aos 100 anos do rádio no Brasil.

“Eu me sinto muito feliz e honrado de participar de uma celebração como essa, são 100 anos do rádio. É um desafio bem grande, mas eu aceitei o desafio e vou fazer um trabalho muito bonito, usando o rádio modelo Capelinha 1940. Vai ser muito bom”, destacou o artista.

Vale lembrar que a entidade ainda fará a entrega de outros dois rádios para compor a exposição.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fernando Pacheco

O artista plástico e pintor nasceu em São João del-Rei, região Central de Minas Gerais, em 05 de maio de 1949. Entretanto, vive e trabalha em Belo Horizonte, de onde tem o título de “Cidadão Honorário”.

Em sua trajetória, Pacheco expôs individualmente em todas as principais galerias de arte da capital mineira e museus de todo o país, além de participar de salões nacionais.

Fernando conquistou 20 premiações, 45 distinções diversas e realizou 60 exposições individuais.

Mostra Rádio em Movimento

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) lançou, no dia 4 de abril, a ‘Mostra Rádio em Movimento’ em celebração aos 100 anos do rádio no Brasil e homenagem ao centenário da Semana de Arte Moderna. O encontro uniu arte e cultura no hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

A cerimônia apresentou diversos aparelhos de rádio modelo Capelinha, popular na década de 1940, pintados por artistas e grafiteiros brasileiros. Conforme a mostra, cada unidade de Federação irá escolher entre três peças, pintadas por artistas regionais, porém, apenas uma obra representará o seu estado. Além disso, as 27 peças artísticas, que farão parte de uma ação de combate à fome, estarão expostas em Brasília, no 29º Congresso Brasileiro de Radiodifusão, em novembro e, destas obras, apenas uma irá para o Museu Nacional.

Foto: Gleisson Correia/Portal Amirt

%d blogueiros gostam disto: