PRF intensifica fiscalizações nas rodovias

Durante esse período de festas e férias a Polícia Rodoviária Federal tem intensificado as fiscalizações nas rodovias federais de todo o país, com as intenções voltadas para a prevenção e coibir os excessos.

Durante a Operação além das fiscalizações de documentação dos veículos e condutores, a PRF orienta ainda quanto aos cuidados na condução dos veículos e infrações de trânsito, com multas que podem chegar a R$ 5 mil reais, no caso de reincidência de embriaguez ao volante.

“A multa por embriaguez ao volante, no entanto, integra o grupo de multas cujo valor é multiplicado. Dessa forma, com a alteração dos valores de multa ocorrida no ano de 2016, seu custo passou de R$ 1.915,40 para R$ 2.934,70”, explica o Inspetor da PRF Fernando César.

O valor da multa de trânsito pode ser multiplicado por 3, 5 ou 10 vezes, a depender da gravidade da infração que gerou a penalidade. A multa por dirigir após a ingestão de substância alcoólica tem seu valor multiplicado por 10.

“Ao final, o valor da multa para o condutor que dirige sob o efeito de álcool, no entanto, nem sempre será o de R$ 2.934,70. Em caso de reincidência na infração, o valor da multa dobra. O condutor reincidente recebe, então, multa de R$ 5.869,40”, completa.

O condutor reincidente na infração por embriaguez ao volante é aquele que comete a mesma infração, pela segunda vez, dentro do período de 12 meses. Se a infração for novamente cometida, mas em um período superior a um ano, a multa mantém-se em R$ 5.869,40.

A aplicação da multa por embriaguez não acontece logo após a identificação da infração pela autoridade. O motorista, antes de receber o boleto referente ao pagamento da multa, possui um período para que possa contestar a aplicação da penalidade.

Ao ser multado por embriaguez, outras penalidades acompanham a multa, como a suspensão da carteira de habilitação por 12 meses e a medida administrativa de retenção do veículo. Ao recorrer da multa, o motorista também se defende das demais penalidades.

Se o prazo para a defesa prévia for perdido, o condutor receberá, então, a Notificação de Imposição de Penalidade e o boleto com o valor a ser pago. Contudo, receber o boleto não torna o pagamento obrigatório, pois o motorista pode continuar recorrendo, caso deseje.

Excesso de velocidade e ultrapassagens proibidas
De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal o desrespeito às normas de trânsito estão os principais causadores de acidentes graves ou fatais nas rodovias de todo país. Entre as infrações mais cometidas estão o excesso de velocidade e as ultrapassagens em locais proibidos. Também está mais comum o uso do celular pelo motorista enquanto dirige.

As ultrapassagens em locais proibidos, manobras arriscadas, desatenção e excesso de velocidade correspondem a quase 40% dos acidentes registrados nas vias de todo país. Somente as ultrapassagens em locais proibidos correspondem a mais de 20% dos acidentes.

A PRF alerta para que os condutores obedeçam a sinalizam de trânsito, não só para não serem multados, mas para evitar acidentes. A multa para quem ultrapassa o limite de velocidade varia de R$ 130 a R$ 880 e até mesmo a suspensão do direito de dirigir e a retenção da habilitação. Já a multa para ultrapassar em local proibido é de R$ 1.470 e 7 pontos na habilitação.

“Forçar ultrapassagem, andar na contramão e ultrapassar em local proibido são infrações que comprometem muito a segurança daqueles que dirigem com responsabilidade”, finaliza Inspetor Fernando César.

Jailton Pereira

Postado originalmente por: Tribuna do Leste – Manhuaçu

%d blogueiros gostam disto: