Prefeituras de Itaúna, Formiga, Oliveira e Bom Despacho se preparam para iniciar vacinação contra a Covid-19

Os planos de vacinação das cidades do Centro-Oeste de Minas foram divulgados nessa segunda-feira (18)

Cidades do Centro-Oeste mineiro divulgaram, nessa segunda-feira (18), os planos de imunização contra a Covid-19. Itaúna, Oliveira, Formiga e Bom Despacho iniciarão a aplicação nos profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à doença e nos idosos. A distribuição das vacinas para as Superintendências Regionais de Saúde de Minas Gerais começou na manhã desta terça-feira (19).

O início do processo de vacinação é decorrente da autorização de duas vacinas, a CoronaVac, produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, e a desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, junto com o laboratório AstraZeneca e a Fiocruz. Os dois imunizantes foram aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) neste domingo (17).

O Governo Federal orientou o esquema de vacinação a partir dos grupos prioritários, no entanto, são as autoridades dos municípios que decidem o funcionamento da campanha nas cidades. As seringas e agulhas que serão utilizadas na aplicação já estão sendo distribuídas para os municípios que compõem a regional Divinópolis. Ainda não há data certa para o início da aplicação na região Centro-Oeste.

Plano de imunização

Itaúna

Em Itaúna, o plano foi divulgado pelo prefeito Neider Moreira. Segundo ele, a cidade já está na pré-campanha, que consiste em averiguar todos os equipamentos que serão utilizados no processo de vacinação.

“Estamos fazendo toda manutenção preventiva e concebendo toda a programação especial de vacinação, em especial para os primeiros quatro grupos que serão vacinados. Pessoas da área da saúde, idosos com comorbidades e transplantados. Além disso, professores da rede de ensino”, salientou o chefe do Executivo.

Oliveira

Em Oliveira, o secretário de Saúde, Lucas Lasmar, informou que a cidade já está preparada para realizar a vacinação. De acordo com ele, a imunização terá início pelos grupos prioritários, conforme recomendação do Governo Federal.

“Primeiro vamos vacinar os trabalhadores da saúde in loco, vamos aos hospitais e postos de saúde. E também, idosos em domicílio e idosos com comorbidades. Esperamos que a vacina seja entregue em larga escala, para que os municípios consigam fazer a imunização o mais rápido possível”, ressaltou Lasmar.

Formiga

Em Formiga, o plano de imunização foi apresentado por técnicos da Secretaria Municipal de Saúde em reunião com o prefeito Eugênio Vilela e a vice-prefeita Adriana Prado. As autoridades ainda não sabem quantas doses chegarão na cidade, mas esperam que o 1º lote chegue ainda esta semana.

O cronograma de vacinação de Formiga tem pelo menos três etapas. A primeira deve imunizar trabalhadores da área de saúde, idosos com mais de 75 anos e idosos acima de 60 anos que estejam institucionalizados. Na segunda fase seriam contemplados os idosos de 60 a 74 anos.

Na terceira fase entrariam pessoas diabéticas, hipertensas, com doença pulmonar, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, obesidade grave, pacientes oncológicos, transplantados e pacientes com anemia falciforme.

Bom Despacho

A Prefeitura de Bom Despacho informou que a cidade já tem toda a infraestrutura necessária para o início da campanha. Segundo o órgão, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) terão disponibilidade de vacina.

Além disso, as UBSs contarão com uma equipe de enfermeiros especializados, técnicos em enfermagem para atuação exclusiva na sala de vacina, recepcionistas, seguranças e agentes de saúde.

Os lotes serão armazenados em câmera fria, com gerador de energia e alarme. A meta é vacinar todas as pessoas dos grupos de risco e depois a população geral.

 

Foto: Divulgação/GESP

 

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: