Prefeitura de Uberlândia oferece apoio gratuito na vacina contra brucelose

Os produtores rurais de Uberlândia contam com um programa que facilita a criação de bovinos e bubalinos (búfalos) na região. Com mão de obra oferecida gratuitamente pela Secretaria Municipal de Agropecuária, Abastecimentos e Distritos (Smaad), a vacinação contra a brucelose é essencial para manter o animal imunizado contra uma bactéria de risco contagioso para os animais e seres humanos, seja pela manipulação do animal, seja pelo consumo de leite e carne.

Para solicitar a aplicação da vacina, que faz parte do Programa de Sanidade Animal da Prefeitura de Uberlândia, basta o produtor manifestar o interesse e solicitar um agendamento junto à secretaria  pelo 3232-4336 ou 3232-4165. Cabe ao produtor adquirir a dose da vacina (que custa menos de R$ 2), armazenar em local refrigerado (não congelado), ter local para conter o animal e dispor de um botijão de gás para esquentar a peça de marcação do animal. Toda a mão de obra, deslocamento, elaboração do laudo e encaminhamento do mesmo para o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) fica sob responsabilidade dos técnicos da prefeitura.

A vacinação deve ser feitas em filhotes fêmeas com idade de três a oito meses. Por isso, duas vezes por ano, o produtor rural Luiz Machado agenda com a secretaria para imunizar as bezerras. Além de ter baixo custo com o procedimento, ele sabe da importância desse trabalho para manter o rebanho saudável. “A brucelose é uma doença perigosa, contagiosa, então tem que ser feito por um profissional habilitado. Por isso, contatamos a prefeitura, que sempre esteve disposta a nos atender”, disse o criador de gado leiteiro.

Márcio da Silva, também produtor leiteiro, tem um rebanho pequeno e os custos para contratar um técnico fica bem acima da capacidade orçamentária dele. Por isso, ele sempre conta com a vacinação da brucelose feita pela secretaria. “Esse serviço da prefeitura fica bem prático para gente. É uma mão de obra que seria cara, mas, com a ajuda, o custo fica bem baixo para nós. Além disso, o atendimento é certinho e rápido”, contou.

Prioridade municipal

Por ser uma doença de alta infecciosidade e por ser uma zoonose (doença infecciosa transmitida do animal para o ser humano), a vacinação contra a brucelose é considerada de extrema prioridade para o Município. O programa é permanente e está à disposição dos produtores rurais de Uberlândia. Somente em 2018, mais de 260 propriedades foram visitadas e mais de mil animais imunizados. De acordo com o veterinário e assessor de segurança alimentar e nutricional da Agropecuária e Abastecimento, André França, a prefeitura atua nesse segmento para evitar que a zoonose se prolifere.

“É uma vacina extremamente eficiente, de baixo custo e que gera uma segurança muito grande para o rebanho, produtor e para quem consome. A brucelose é uma doença bacteriana altamente contagiosa. No rebanho, gera prejuízos econômicos pela redução da eficiência reprodutiva do rebanho, gera infecção nos órgãos reprodutivos, com infertilidade, aborto e falta de libido dos animais. Há ainda o risco biológico de infecção que pode ser passado entre os animais e também da fêmea para o manipulador (ser humano), além de contaminar pelo leite, sangue, anexos placentários ou pela carne”, esclareceu.

Fonte: Prefeitura de Uberlândia

Postado originalmente por: Rádio América – Uberlândia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: