Por falta de recursos, municípios de Minas decretam ponto facultativo e marcam ato para repudiar situação

Prefeitos, vice-prefeitos e autoridades que estiveram na sede da AMME.
Prefeitos, vice-prefeitos e autoridades que estiveram na sede da AMME

Na próxima terça-feira, dia 21 de agosto, oito municípios associados à Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Espinhaço (AMME) vão decretar ponto facultativo, devido à falta de repasses do governo aos municípios. A decisão foi tomada após uma reunião com prefeitos e vice-prefeitos dos municípios associados a entidade.

Na ocasião, estiveram presentes os prefeitos José Fernando Aparecido de Oliveira (Conceição do Mato Dentro), André Ferreira Torres (Santana do Riacho), Dilsinho (Dom Joaquim), Vitor Hugo Ferreira (Alvorada de Minas), Ronaldo Sá (Passabém) e Nelmar de Moraes (Congonhas do Norte), todos da região Central de Minas.

O principal objetivo da paralisação é repudiar a falta de repasses do governo. “Nós temos a intenção de informar a população sobre a grave crise financeira que este confisco de recursos e de repasses institucionais têm causado aos municípios de Minas Gerais”, afirma Hilda Cintra, assessora jurídica da AMME.

A falta do pagamento aos municípios tem causado problemas e impossibilitado as cidades de arcar com despesas. Segundo Rita, a falta de dinheiro tem afetado principalmente o transporte escolar, programas da área da saúde e pagamento de profissionais da área da educação. Até a última quinta-feira (16), a dívida do estado com os municípios somava R$ 8,1 bilhões.

Além do ponto facultativo decretado nestes municípios, no mesmo dia, às 13h, a Associação Mineira de Municípios (AMM) vai realizar um ato para denunciar à população quanto a situação das prefeituras. Para a realização deste ato, que vai ser uma carreata da Cidade Administrativa até o Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, são esperados prefeitos, vice-prefeitos e outras lideranças políticas.

V.V

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: