Polícia diz que documento de empresária Lorena Vieira é falso e ela afirma ter sido vítima de racismo

Lorena Vieira e o companheiro, Rennan da Penha (Imagem: Reprodução)

O Instituto de Criminalística Carlos Éboli concluiu que a identidade apresentada pela empresária Lorena Vieira é diferente do documento original, que consta no sistema do Detran, órgão responsável pela emissão de documentos de identidade.

As duas cédulas contêm os mesmos dados pessoais, mas o laudo aponta diferenças. As distinções são o espaçamento entre as letras que formam o nome, que não segue o padrão; fontes diferentes usadas no preenchimento dos dados; desalinhamento na margem do nome da mãe; e um sombreamento no campo destinado ao número de identificação do posto de emissão.

Além disso, segundo a diretora da Associação de Peritos do Rio de Janeiro, Denise Rivera, a foto presente no documento não constava no banco de dados. “Eles também fizeram a comparação com o banco de dados do Detran. Eles puderam verificar que não existia aquela foto dela no banco de dados e que a impressão digital não correspondia à impressão digital da ficha”, afirma Denise.

Fora o laudo pericial, o Detran afirmou que o número do posto onde a carteira foi emitida não existe. Também não há nenhum documento expedido em nome de Lorena na data que consta na falsa identidade.

A empresária, noiva do DJ Rennan da Penha, afirmou que havia sido vítima de racismo ao sair da Agência Bancária. “Por que eu não posso ter um movimento bom na minha conta? Por que eu não posso receber bem? Por que eu não posso ter dinheiro? A gente é preto, a gente é humilde, porque eu ando super humilde, mas a gente é empresário sim”, indaga.

Lorena rasgou a identidade e disse em redes sociais que foi orientada a fazer um novo RG com a foto atualizada. O banco enviou à polícia uma cópia digitalizada do documento. O Itaú-Unibanco afirmou que a verificação de identidade é procedimento padrão e não está relacionada a raça. De acordo com a polícia, há indícios suficientes para que Lorena Vieira responda por falsificação de documento.

SBT

Postado originalmente por: Portal V9 – Vitoriosa

%d blogueiros gostam disto: