Podcast Contos das Gerais: conheça Congonhas, a “cidade dos Profetas”

Congonhas é uma cidade localizada a cerca de 80 Km de Belo Horizonte e está localizada na região Central de Minas Gerais. O município possui área de 304,067km² e 55.836 habitantes, conforme o IBGE de 2021.

A história de Congonhas teve início por volta de 1700, quando alguns portugueses povoaram a Vila Real de Queluz, hoje conhecida como Conselheiro Lafaiete. Muitos se fixaram na Vila Real de Queluz e outros saíram em busca de ouro, fundando novos arraiais e organizando núcleos populacionais às margens do Rio Maranhão. Há controvérsias sobre a data da criação da Freguesia de Congonhas, mas Xavier da Veiga cita sua criação por Alvará Régio de 03 de abril de 1745. O nome da cidade de Congonhas surgiu devido ao fato de existir em seus campos a planta congonha, um arbusto medicinal e ornamental.

A cidade é conhecida por seu patrimônio histórico, especialmente, por conta do Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, que começou a ser construído em 1757, quando o minerador Feliciano Mendes ficou enfermo e fez uma promessa a Bom Jesus de Matosinhos, jurando trabalhar exclusivamente a seu serviço caso melhorasse. Curado, passou a colher esmolas para a construção do templo, mas faleceu antes de ver a construção finalizada.

Atualmente Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, o Santuário é destaque por conta do time envolvido na construção, que só foi completada no final do século XIX e contava com alguns dos mais brilhantes artistas da época, como João Nepomuceno Correia e Castro, Jerônimo Félix, Francisco de Lima Cerqueira, Manuel da Costa Ataíde, João de Carvalhais, Antônio Roiz Falcato, Antônio Rosa, Bernardo Pires e Aleijadinho, autor das esculturas dos 12 Profetas esculpidas em pedra-sabão. Mesmo muito doente por conta de sua doença auto degenerativa, trabalhou nas esculturas entre 1800 e 1805, deixando nelas a marca de sua genialidade.

Além do Santuário, Congonhas abriga outras peças históricas marcantes, como os Passos da Paixão, Igreja de Nossa Senhora do Rosário, Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, Igreja de Nossa Senhora da Ajuda, Igreja de Nossa Senhora da Soledade, Igreja Matriz de São José, Beco dos Canudos e a Estação Ferroviária. Porém, a fama mundial das esculturas feitas por Aleijadinho no Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, concedeu à Congonhas a fama de “Cidade dos Profetas”.

Com informações do IBGE e Prefeitura de Congonhas.

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: