Pesquisa e Inovação Lançamento de nanossatélite brasileiro é realizado com sucesso

Já está no espaço o NanosatC-BR2, o nanossatélite brasileiro. O nosso satélite foi lançado na madrugada de hoje, às 3h07. A desacoplagem, que é a separação do foguete, estava prevista para acontecer às 7h.  Essa missão envolve Brasil, Rússia e outros 16 países, sendo a maior parceria aeroespacial internacional para lançamentos de satélites registrada até hoje.

O lançamento deveria ter ocorrido no sábado, mas o adiamento ocorreu depois que foi encontrada uma avaria no foguete Soyuz, responsável pelo transporte de 38 satélites, entre eles o brasileiro. Essa falha técnica foi encontrada momentos antes do lançamento pelo corpo técnico do Cosmódromo de Baiknur, no Cazaquistão.

O NanosatC-BR2 é um pequeno satélite, que cabe na palma da mão. Ele tem 22 centímetros e pesa menos de 2 kg.  Apesar de pequeno, o NanosatC-BR2 tem um grande trabalho pela frente. Ele vai ajudar a estudar e monitorar, em tempo real, o campo magnético do planeta, em especial no Hemisfério Sul, e seu efeito sobre o Brasil.

O satélite brasileiro é uma colaboração do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, da Agência Espacial do Brasil e da RosKosmos, que é a agência espacial Russa. Estão envolvidos também nesse projeto a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Rio Grande do Sul, e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Com informações da Agência Brasil*

%d blogueiros gostam disto: