Operação combate organização criminosa especializada em furto de tratores no Triângulo

Quarenta e nove mandados estão sendo cumpridos em três estados. Estima-se que a organização criminosa tenha causado em prejuízo de cerca de R$ 5 milhões

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Patos de Minas e Uberlândia deflagrou na manhã desta quarta-feira, 6 de julho, a Operação Praga que busca desarticular uma organização criminosa especializada em roubo majorado e furto qualificado de tratores e implementos agrícolas. Dezesseis mandados de prisão temporária e 33 de busca e apreensão estão sendo cumpridos, sendo 23 em Minas Gerais, 24 em Goiás e dois em São Paulo.

Segundo as investigações foram praticados 24 delitos, sendo que o prejuízo causado pela organização criminosa foi de pelo menos R$ 5 milhões.

As apurações apontam que só em Minas Gerais a organização criminosa praticou crimes na zona rural dos municípios de Uberlândia, Uberaba, Araguari, Patrocínio, Coromandel, Nova Ponte, Indianópolis, Ibiá, Conceição das Alagoas, Tupaciguara, Perdizes, Pedrinópolis e Sacramento.

Além do Gaecos de Uberlândia e Patos de Minas, participam da operação os Ministérios Públicos dos Estados de Goiás e São Paulo e as Polícias Militar, Civil e Penal de Minas Gerais.

Mandados por estados
Em Minas Gerais são 12 mandados de prisão e 11 de busca e apreensão (Uberlândia, Centralina e Rio Paranaíba); em Goiás são quatro mandados de prisão e 20 de busca e apreensão (Bom Jesus de Goiás, Santa Helena, Santo Antônio da Barra e Goiatuba); e em São Paulo dois mandados de busca e apreensão em Guaíra.

As informações são do MPMG.

Foto: Ministério Público

Gabrielle Junqueira

Jornalista com experiência em produção de conteúdo para rádio, televisão, revista, portal de notícias e podcasts.

%d blogueiros gostam disto: