Mulher faz ‘contrato de namoro’ inusitado nos Estados Unidos

Rapaz concordou em seguir uma série de regras impostas pela nova namorada

Uma universitária estadunidense fez um “contrato de namoro” de 17 páginas, duas semanas após conhecer um rapaz em um aplicativo de relacionamento, exigindo que o namorado pague as contas quando saírem, compre flores duas vezes por mês e malhe cinco vezes por semana. Ela também prometeu manter a silhueta, mas os treinos serão separados.

Annie Wright conheceu seu namorado Michael Head em outubro do ano passado e depois de decidir que ele era “a pessoa certa para ela”, eles concordaram em ser “exclusivos” em seguida.

Determinada a fazer o relacionamento funcionar depois de ter “ultrapassado seus limites” em uma relação tóxica anterior, Annie, de 21 anos, decidiu que eles deveriam colocar no papel seus “termos e condições” para namoro. O estudante de Direito Michael, de 23 anos, concordou.

Moradora de Atlanta, no estado da Geórgia, nos Estados Unidos, Annie credita ao longo contrato de 17 páginas o segredo para o sucesso do relacionamento e até sugestionou que eles fizessem uma “revisão anual” dos termos quando comemorarem o aniversário de um ano de namoro no próximo mês.

“Isso mudou o jogo. Recomendo a todos os casais. É a melhor coisa de todos os tempos. Tratamos nosso relacionamento quase como uma interação de negócios. Lidamos com conflitos como os parceiros de negócios o fariam. Sentamos e tratamos mais como se fôssemos parceiros na vida, e o amor é um bônus”, disse ela.

“Nós revisaremos e faremos um novo documento de vez em quando. Continuamos brincando que a cada ano faremos uma revisão anual. Diremos ‘aqui estão as coisas que foram ótimas este ano, aqui estão as coisas que precisam ser melhoradas’. Vivo com medo constante de acordar dois anos depois de iniciar um relacionamento e perceber que meu parceiro não tem o mesmo plano de vida que eu”, contou a jovem.

Foto: Reprodução

Boletim