Minas Gerais registra aumento de 90% em pontos de prostituição infantil nas rodovias federais

O levantamento identificou 351 pontos vulneráveis nas rodovias federais mineiras, um número muito superior ao registrado em 2018

Uma parceria entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a ONG Childhood Brasil revelou que o número de pontos onde crianças são expostas à prostituição infantil aumentou 90% nas rodovias federais que cortam Minas Gerais, entre 2019 e 2020. Atualmente, são 351 pontos vulneráveis. O último registro, ocorrido entre 2017 e 2018, indicava a existência de 184 pontos.

A PRF explicou que esse crescimento se deve ao surgimento de evidências em trechos que antes não eram vistos como locais de risco. A pandemia não causou impacto na mudança no agravamento do cenário.

O levantamento também revelou que a maioria desses locais estão em áreas urbanas, próximos à postos de combustível.

Especialistas apontam a necessidade de um esforço maior dos governos em combater a esse tipo de problema, pois a maioria desses jovens também sofrem abusos dentro de casa e muitas vezes são subtraídos do direito de frequentar a escola.

Ainda conforme a PRF, medidas de prevenção são realizadas através da conscientização. Em 2019, oito pessoas foram presas em Minas Gerais por exploração de menores. Neste ano, já foram registradas quatro prisões.

 

 

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: