Minas Gerais reflete cenário atual brasileiro e taxa de desemprego sobe

Análise corresponde a taxa dos primeiros três meses de 2019

___________________________________________________________________________________________________________

O cenário de desemprego no Brasil foi refletido de forma nítida nas regiões do Leste de Minas. Tanto o Vale do Aço quanto o Vale do Rio Doce, registraram aumento na taxa de desempregos no primeiro trimestre do ano.

Segundo dados levantados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, uma grande parte das cidades da região fecharam até o final do mês de março com um saldo negativo de contratações, ou seja, ocorreram mais demissões do que contratações.

Grandes cidades da região como Ipatinga, Governador Valadares, Coronel Fabriciano e Timóteo estão entre as que tiveram o maior número de demissões. Em ambas cidades o setor terciário foi o que apresentou a maior queda, sendo a queda ainda mais acentuada na área da beleza e na de comércio de produtos não alimentícios.

Desemprego sobe no Brasil

Segundo dados divulgados na última terça-feira (30), pelo IBGE, cerca de 13,4 milhões de pessoas estão desempregadas no Brasil. No primeiro trimestre de 2019 o desemprego subiu 12,7%.

(Com supervisão de Victor Veloso)

Anexos para downloads:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: