Minas Gerais identifica 91 casos da variante Delta da Covid-19

A variante Delta da Covid-19 começou a se espalhar por Minas Gerais. Até o momento, o Estado identificou 91 amostras positivas da mutação e confirmou duas mortes por complicações da cepa. Entretanto, o número de infecções pode ser maior devido a transmissão comunitária.

Das 91 infecções confirmadas, 12 passaram por testes de sequenciamento genético. Porém, outros 79 passaram por testes iniciais, que já identificaram a cepa originária da Índia. Um novo exame ainda será realizado.

Conforme as informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), os pacientes detectados com a mutação Delta têm entre 8 a 93 anos. Sendo que, 56% das pessoas são do sexo feminino.

As mortes em decorrência da doença aconteceram em Rio Novo, na Zona da Mata, e Uberaba, no Triângulo Mineiro. Outras 37 cidades atestaram ao menos um infectado pela Delta.

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) segue avaliando se há circulação de novas mutações em outras regiões a partir do acompanhamento dos indicadores da Covid-19. Ao todo, 200 coletas são analisadas semanalmente em dez unidades regionais de saúde, escolhidas de acordo com à localização geográfica.

Foto Ilustrativa: Pixabay

 

delta