Mês de setembro pode render ao menos R$ 38 milhões para os cofres do Atlético

Equipe alvinegra foca continuar seguindo nas competições para arrecadar premiações e levantar taças

Em menos de duas semanas, o Atlético vai definir seu futuro em duas competições. Setembro será essencial para o sonho de duas taças. O sucesso nesse período acarretará ao menos R$ 38 milhões a mais de arrecadação do clube com prêmios por avançar nos campeonatos.

No próximo dia 15, o Galo já decide um dos rumos. O time recebe o Fluminense, no Mineirão, pela segunda partida das quartas de final da Copa do Brasil. No Rio de Janeiro, o Atlético bateu a equipe carioca por 2 a 1. Um empate em Belo Horizonte levará o Alvinegro às semifinais e reforçará o caixa do clube em R$ 7,3 milhões.

Quatro dias depois, o compromisso é pela Copa Libertadores. Em São Paulo, o Galo inicia a disputa com o Palmeiras por uma vaga na decisão do torneio continental. O segundo e decisivo duelo será dia 29 de setembro no Mineirão.

Quem avançar para a final garante pelo menos mais US$ 6 milhões (cerca de R$ 31 milhões) como prêmio pelo vice-campeonato. Ou seja, o Galo tem mais de R$ 38 milhões em disputa, contando Copa do Brasil e Libertadores.

Até agora, são aproximadamente R$ 48 milhões acumulados pelo Atlético em prêmios de avanços de fase em 2021 (R$ 40 milhões na Libertadores e R$ 7,85 milhões na Copa do Brasil).

O Campeonato Brasileiro, liderado pelo alvinegro, também garante premiações aos times. Os 16 melhores colocados serão contemplados financeiramente por seus desempenhos ao término da temporada. No ano passado, o campeão levou R$ 33 milhões. O vice ficou com R$ 31,35 milhões. O terceiro – posição do Galo em 2020 – arrecadou R$ 29,7 milhões.

Foto: Pedro Souza/Atlético

amirt notícias

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: