Justiça condena homem a 39 anos de prisão por matar casal carbonizado em Pouso Alegre

A Justiça condenou, a 39 anos de prisão, o acusado de matar um casal carbonizado embaixo de uma ponte em Pouso Alegre, no Sul de Minas. A sentença foi definida por meio de júri popular e divulgada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

O crime ocorreu em setembro de 2018. As vítimas eram duas pessoas em situação de rua que costumavam frequentar o local do homicídio. Segundo o Ministério, o homem não terá a possibilidade de recorrer em liberdade.

Ainda de acordo com o MP, o Conselho de Sentença reconheceu o uso de fogo no homicídio da vítima do sexo masculino. A morte da mulher foi configurada como feminicídio.

 

39 anos de prisão

Anexos para downloads: