Joesley Batista presta depoimento nesta tarde sobre propina paga ao vice-governador de MG

Antônio Andrade, do MDB, teria pedido R$ 25 milhões à JBS em troca de favores no Ministério da Agricultura

ppp-da-copasa-em-divinopolis-poderia-ter-trazido-para-cidade-empresa-de-joesley-batista-denunciada-na-lava-jato.jpg
Joesley é considerado um dos pilares da Lava Jato (Foto: Reprodução)

Na tarde desta quinta-feira (03), o empresário Joesley Batista, da JBS, vai prestar depoimento à Polícia Federal, em Belo Horizonte, para informar como eram pagas as propinas, que segundo ele, eram direcionadas ao vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade, do MDB.

As informações para a denúncia contra o vice do executivo do Estado foram obtidas na delação do doleiro Lucio Funaro, que é um dos principais pilares da Lava Jato por sua ligação com parlamentares.  Em seu depoimento, Funaro alegou que o vice-governador pediu R$ 25 milhões à JBS em troca de favores no Ministério da Agricultura.

O empresário também deve prestar depoimento sobre a compra do prédio do jornal Hoje em Dia e a rádio Arco-Íris, em que o senador Aécio Neves é sócio.

Joesley Batista é considerado uma das chaves do desdobramento da operação Lava Jato, que investiga rombos bilionários aos cofres públicos. Empresários das maiores empreiteiras do país, assim como políticos são investigados na operação que teve início em 2014 e estima um desvio de mais de 40 bilhões de reais.

Anexos para downloads:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: