IMA registra primeira charcutaria no Norte de Minas

Com o registro, a charcutaria poderá expandir vendas e gerar empregos

O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) registrou a primeira charcutaria no Norte de Minas. O negócio especializado em salame, linguiça especial, presunto cru e defumados fica em Montes Claros.

Charcutaria é um termo em francês, da junção das palavras chair (carne) com cuit (cozido). Com o registro emitido pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e do IMA, a charcutaria  Sagrada Família, que já é conhecida pelos consumidores locais, poderá expandir suas vendas.

Conforme o proprietário, Ugo Borges, o registro vai permitir maior abrangência comercial, empregos e fortalecimento da economia local. Para legalizar o espaço, ele entrou em contato com a regional do IMA em Montes Claros. Em seguida, iniciou adequações físicas e estruturais recomendadas. Após a inspeção sanitária, a charcutaria foi registrada.

Segundo o IMA, a charcutaria utiliza o Sistema Eletrônico de Informações (SEI), que acelerou o processo de aprovação de produtos e rotulagem.

Para o instituto, muitas charcutarias não são legalizadas por falta de informação. Porém, com o registro, muitas devem seguir o mesmo caminho.

 

Foto: Arquivo pessoal/Charcutaria Sagrada Família

 

 

terapia

Anexos para downloads: