Idoso morre após médico recusar atendimento em Contagem

Um idoso de 72 anos morreu após dar entrada na UPA Ressaca, em Contagem, na região Metropolitana de Belo Horizonte. O médico que estava de plantão na unidade se recusou a atender o homem. O caso aconteceu na noite da última terça-feira (22). 

O médico, de 51 anos, foi levado à delegacia por negar prestar atendimento ao paciente. De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, os enfermeiros do SAMU foram à casa de um idoso, no Bairro Novo Regresso. Ao chegar no local eles constaram que o homem estava com insuficiência respiratória.

Já na Unidade, o homem passou pelo setor de acolhimento onde foi identificado e constatado que seu estado de saúde era grave. Apesar disso, o médico plantonista se recusou atender o idoso afirmando que a UPA estava cheia e sem leitos para ele.

Ainda segundo os atendentes do SAMU, o médico nem se levantou da cadeira para ver o estado de saúde do idoso.

Os socorristas entraram em contato com a central e falaram sobre a situação. Com isso, outra unidade foi acionada. Por telefone, o médico desta unidade conversou com o plantonista da UPA, mas ainda assim se recusou a prestar atendimento.

Após a conversa, a equipe de suporte do SAMU foi até a UPA. Eles chegaram ao local uma hora após a entrada do idoso. Com isso, o estado de saúde dele foi piorando. O homem precisou ser reanimado no local.

Logo após, em meio a confusão, um leito foi liberado em um Hospital da cidade, porém o homem acabou morrendo antes de dar entrada no local.

Anexos para downloads:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: