HUCF inicia atividades dos Programas de Residência Médica e de Áreas Profissionais em Saúde

“O residente é como uma muda que foi plantada; ela floresce se bem regada, podada, cresce e vira uma árvore do conhecimento e dá bons frutos”. A mensagem é do médico Paulo Henrique Batista Amorim, que abriu o evento virtual como boas-vindas para a nova turma do programa em Residência Médica e do programa em Residência Multiprofissional e de Áreas Profissionais em Saúde, do Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF/Unimontes). Paulo é residente em Clínica Médica e está em seu segundo ano como participante do Programa.
Os trabalhos remotos, como medida preventiva em tempos de pandemia, aconteceram na manhã desta segunda-feira (1º/3) e foram presididos pelo reitor, professor Antonio Alvimar Souza. Agora, o HUCF passa a contar com 89 residentes nos Programas de Residências Médicas e 56 novos residentes Programas de Residência Multiprofissional.
A abrangência da Unimontes no território mineiro e, consequentemente, o seu papel estratégico para o desenvolvimento regional foram dois pontos destacados pelo reitor. “Além do ensino, pesquisa e da extensão, a Universidade é uma prestadora de serviços e compreendemos que esta é uma instituição com credibilidade e importância territorial”, pontuou o gestor.
“É impossível pensar a maior cidade do Norte de Minas sem a Unimontes e sem o Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF). Somos um hospital-escola, mas também uma instituição de porta aberta diuturnamente para atender a mais de dois milhões de pessoas do Norte de Minas, em sua maioria carentes e necessitadas por um atendimento de qualidade e com dignidade”, acrescentou.
TRÊS DÉCADAS
Coordenador do Programa de Residência Médica HUCF/Unimontes, o professor Divino Urias Mendonça reforçou a mensagem de boas-vindas. “Faça deste lugar a nova moradia de vocês; um novo local para aprendizado. O programa de Residência existe desde 1992 e começamos com apenas a Clínica Médica e a Pediatria. Hoje, colhemos os frutos deste trabalho, mas não podemos deixar de lembrar e agradecer aos pioneiros desta iniciativa: os professores Athos Avelino Pereira, Itagiba de Castro Filho e Robson Vieira Porto”, resgatou Divino Urias.
Por sua vez, a superintendente do HUCF, Príscilla Izabella Barros de Menezes destacou aos novos residentes que o aprendizado, a qualidade do ensino e a assistência humanitária aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) são missões assumidas pela Universidade. “Temos a certeza de poderão contribuir e aprender com os preceptores. O HUCF tem algumas particularidades como à condição de o único hospital 100% SUS em Montes Claros e, neste momento de pandemia, ser uma das principais referências para o Norte de Minas no atendimento aos casos do Novo Coronavírus (Covid-19)”, acrescentou.
NÚMEROS
As vagas para o Programa de Residência Médica contemplam sete polos no Norte de Minas: Coração de Jesus, Janaúba, Januária, Montes Claros, Pirapora, Porteirinha, Taiobeiras e Várzea da Palma. São 10 especialidades: Anestesiologia (1), Cirurgia Geral (4), Clínica Médica (5), Geriatria (2), Ginecologia e Obstetrícia (4), Medicina de Família e Comunidade (63), Ortopedia e traumatologia (2), Otorrinolaringologia (1), Pediatria (5) e Psiquiatria (2).
Já as vagas do Programa de Residência Multiprofissional e de Áreas Profissionais em Saúde são para as áreas de Enfermagem, Farmácia, Odontologia, Psicologia e Serviço Social nos municípios de Montes Claros, Pirapora e Taiobeiras.

Fonte:Wesley Gonçalves ASCOM HUCF

Postado originalmente por: VinTV

%d blogueiros gostam disto: