Homem é preso por importunação sexual e stalking em Diamantina

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu em flagrante um homem, de 42 anos, pelos crimes de importunação sexual e de perseguição, também conhecido como stalking, na quarta-feira (9/6/2021), em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha. A ação policial ocorreu após denúncia da vítima, de 28, que, de imediato, solicitou medidas protetivas contra o suspeito.

De acordo com a delegada Kiria Orlandi, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Diamantina, a vítima relatou que o investigado teria ido ao local de trabalho dela, tentado agarrá-la, e que ainda estaria enviando mensagens de cunho sexual para ela. “Contou também que vem sendo, há tempos, constrangida e perseguida pelo homem, depois de ter colocado fim ao relacionamento”, completa.

O suspeito foi localizado pela equipe da Deam, cerca de uma hora após o registro da ocorrência, próximo à residência de um familiar dele, e apresentado na unidade policial. Finalizado o procedimento, o homem foi encaminhado ao sistema prisional.

Denúncia

A PCMG orienta que todo tipo de violência doméstica e familiar contra a mulher seja denunciado. O registro de ocorrência pode ser feito presencialmente em uma unidade policial ou pela Delegacia Virtual (aqui), nos casos de ameaça, vias de fato, lesão corporal e descumprimento de medidas protetivas. Por meio da plataforma digital, as vítimas ainda podem solicitar a medida protetiva enquanto estiverem fazendo o registro. Denúncias também são recebidas pelo Ligue 180.

Outro aliado no enfrentamento da violência doméstica é o aplicativo MG Mulher. O app permite à usuária criar uma rede de contatos, que pode ser acionada em situação de perigo. Dessa forma, familiares e amigos podem ajudá-la ou acionar a polícia em caso de pedido de socorro. O aplicativo ainda reúne endereços e telefones de unidades policiais mais próximas, bem como instituições de apoio, além de diversos conteúdos sobre o tema.

——————
Quer receber as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão? Siga-nos no Facebook @aconteceunovale, Twitter @noticiadosvales e Instagram @aconteceunovale.

Postado originalmente por: Aconteceu no Vale

%d blogueiros gostam disto: