Fiemg alerta que crise na mineração pode deixar 100 mil sem emprego, em Minas

Um plano de investimentos está sendo estudado para combater a crise no setor

_____________________________________________________________________________________________________

Neste ano, pelo menos 100 mil pessoas podem perder o emprego no Estado. A informação foi divulgada, na última segunda-feira (6), pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG). O motivo é a crise que se instaurou no setor de mineração.

Um dos fatores que contribuiu para iniciar essa crise, foi o desastre acontecido na Barragem Mina Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho, na região Metropolitana de Belo Horizonte.

Com intuito de combater a queda no setor, a Fiemg lançou o “Pacto de Minas”, um plano de investimentos que atuaria nas áreas da saúde, da habitação e na de infraestrutura. A ideia é que o investimento nesses setores preencha a lacuna deixada pelo setor da mineração.

Esse projeto de aplicações contaria tanto com verba vinda da iniciativa privada quanto da iniciativa pública. Seriam R$24 bilhões de recursos privados e outros R$20 bilhões de recursos públicos, o que totalizaria o montante de R$44 bilhões em investimentos.

(Com supervisão de Patrícia Marques)

Anexos para downloads:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: