Fechado há mais de cinco anos, Museu de Divinópolis pode ser reformado após empréstimo

A Câmara de Divinópolis autorizou um empréstimo de até R$1,5 milhão para a reforma do museu histórico da cidade. O casarão da Praça da Catedral está fechado há cinco anos.

Grande parte da história de Divinópolis deixou de ser contada nos últimos anos. Em março de 2017, o casarão onde funcionava o museu histórico de Divinópolis, na praça Dom Cristiano, foi interditado pela Defesa Civil, com risco iminente de desabamento. Desde então, o local segue fechado.

No início deste ano, a prefeitura anunciou a contratação de uma empresa, para a elaboração de um novo projeto arquitetônico. Agora, caso o empréstimo autorizado pela Câmara seja liberado pelo banco de desenvolvimento de Minas Gerais, uma nova licitação deve ser feita para o início das obras.

O museu histórico de Divinópolis foi criado nos anos de 1970. No entanto, o local passou a funcionar no casarão em meados da década seguinte. O sobrado é uma construção do século 19. Na época, a prefeitura tentou demolir o imóvel, o que foi impedido pela manifestação popular. Desde então, o espaço é tombado pelo patrimônio histórico, mas as condições estruturais são precárias. Laudos apontam que na parte de trás da casa, a madeira de sustentação está comprometida e o prédio tem trincas e ondulações.

A lei aprovada pelos vereadores prevê garantias de pagamento por meio das receitas geradas por impostos municipais e pelo fundo de participação dos municípios (FPM). Muito além da preservação física e da restauração do patrimônio, o museu precisa ser pensando como parte viva da cultura da cidade. Para isso, a participação popular é fundamental.

As informações são do Portal MPA, associado AMIRT.

Foto: Portal MPA

%d blogueiros gostam disto: