Ex-marido lamenta morte trágica e acompanha a filha no sepultamento da mãe

Emoção e pedido de justiça marcaram o sepultamento da empresária Viviane Batista dos Santos, de 42 anos, que foi morta de forma trágica na sexta-feira, 21, perto do Bairro Mansour, em Uberlândia.

Em vez de flores, mensagens e emoções, que Viviane oferecia para os clientes da loja dela no Bairro Taiaman, o luto da família está estampado na porta. Nem os vizinhos do centro comercial abriram os estabelecimentos no dia seguinte à morte da empresária.

Viviane foi assassinada a golpes de faca. O corpo dela foi encontrado no meio de um milharal, estava nu e com as marcas da violência. O suspeito do crime é o companheiro dela Agnalton da Silva Lima, de 39 anos. Pouco depois de cometer o crime, Agnalton teria se enforcado nos fundos da fazenda onde ele trabalhava.

Segundo informações repassadas à polícia o motivo da tragédia seria um relacionamento entre os dois. O corpo de Viviane foi sepultado no Cemitério Campo do Bom Pastor, num clima de muita comoção de amigos e parentes.

Robson Luiz Ferreira foi casado por sete anos com a vítima, com quem teve uma filha, hoje com 15 anos de idade. Mesmo separados os dois sempre mantiveram uma boa convivência. Para Robson, nada na vida de Viviane justifica um final tão trágico como foi o dela.

Além da perda pessoal agora é ajudar também na superação do trauma por parte da filha.

Veja na reportagem de Carlos Vilela

Postado originalmente por: Portal V9 – Vitoriosa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: