Dia dos Avós: pandemia afastou idosos da família

Neste Dia dos Avós, um aposentado relata a sua experiência na pandemia e uma psicóloga dá dicas para se reinventar

O Dia dos Avós é celebrado todos os anos em 26 de julho. Entretanto, o que não faltam são histórias de superação durante o contexto em que vivemos desde o ano passado: a pandemia do novo coronavírus.

Gastão junto aos netos (Foto: Acervo)

 

“Eu não senti quase nada. Não tive perda de paladar, nem de olfato. A única coisa que eu tive durante os 14 dias foi que um dia eu perdi as forças nas pernas. Fiquei meio zonzo e caí de joelhos, mas levantei na mesma hora”, recorda Gastão Fonseca, aposentado de 74 anos.

O aposentado também contou que, durante o tempo em que esteve em isolamento, o convívio com os netos aconteceu apenas de forma virtual:

“Os netos eu tive contato somente através de telefone, e a minha ligação com eles é muito intensa. Uma das minhas netas, a Brenda, me emocionou quando ela soube que eu estava com Covid, dizendo que estava aliviada, pois a última vez que ela esteve comigo, ela disse que me amava muito.”

Uma excelente notícia é que, com o avanço da vacinação, a saúde mental dos idosos tem melhorado no geral:

“O período de vacinação trouxe uma flexibilização maior, apesar de nós não termos passado ainda pela pandemia e pela necessidade desse isolamento. Mas agora, com mais cuidado, e com os avós vacinados, eu senti esse movimento de flexibilização. Com certeza houve um impacto positivo.”, revela a psicóloga Denize Gomes.

Psicóloga Denize Gomes (Foto: Acervo)

 

A profissional também dá dicas para que os idosos possam se distrair durante esse momento tão turbulento: “Existe a possibilidade de um contato telefônico, uma chamada de vídeo, inclusive com grupo de amigos. Hoje a tecnologia nos oferta isso e, às vezes, mesmo o idoso que não possua o manejo, ele pode ter o apoio de alguém para facilitar esse processo. O segundo passo é para que encontrem outros sentidos: alguns encontraram sentido no cuidado com as plantas, outros encontraram sentido fazendo o seu exercício físico dentro de casa. Que o momento possa reacender esse libido de vida e essa esperança.”

Assista a reportagem:

Clique aqui para baixar o vídeo.

Foto Ilustrativa: Pixabay

bares e restaurantes

 

Anexos para downloads: