Comandante-geral da PM destaca redução da criminalidade

Comandante Geral da PM estacou queda na criminalidade no Estado (Foto: Olavo Prazeres)

Redução da criminalidade, implemento de mais presença policial nas ruas e no meio rural, além do aumento da sensação de segurança foram enfatizados como norteadores do trabalho policial militar pelo comandante-geral da PMMG, coronel Giovanne Gomes da Silva, em entrevista à Rádio CBN, no programa Ronda Policial, na manhã desta segunda-feira (10). A corporação comemorou 244 anos de existência em Minas Gerais no domingo (9). Uma solenidade nesta terça-feira (11) marcará a data em Juiz de Fora.

Em conversa com o editor-geral da Tribuna de Minas, Paulo César Magella, e com o colunista Renato Preste, coronel da reserva da PM, o comandante-geral da corporação destacou que o aniversário da PM este ano será marcado pela redução em vários indicadores criminais. Segundo ele, em todo o estado, os homicídios tiveram redução de 17%. Já as explosões em caixas eletrônicos, que ocorrem na maioria das vezes em cidades que fazem fronteira com outros estados, tiveram queda de 47%.

Os crimes violentos como um todo caíram 27%. “Nos últimos dois anos, implementamos um programa de reestruturação das áreas administrativas e controle do desenvolvimento operacional, de forma que colocamos mais policiais na ponta da linha e começamos a fazer gestão diária dos resultados. Atribuo esta queda às mudanças de alguns requisitos nestas análises, a processos, e sobretudo, ao trabalho dos nossos policiais militares, que estão presentes nos nossos 853 municípios, com dedicação total ao povo mineiro”, disse o comandante.

‘Minas segura’

Coronel Giovanne destacou também a criação do programa “Minas segura”, lançado no último mês. O projeto, segundo ele, está baseado em quatro eixos. O primeiro deles é aumentar a sensação de segurança. Para isso, serão feitas setorizações, promovendo maior visibilidade do efetivo policial e fazendo melhorias nas patrulhas escolar e de violência doméstica. Outro ponto será bater firme no policiamento nas zonas rurais. As patrulhas rurais estão sendo reestruturadas, inclusive com a compra de novas viaturas, segundo o comandante.

Além disso, os militares das companhias de meio ambiente passam agora a fazer operações em estradas vicinais. Eles foram treinados e receberam equipamentos específicos. “Também iremos potencializar o policiamento especializado para a repressão qualificada. O crime em Minas não terá vez. Outro eixo é utilizar tecnologias já existentes e desenvolver projetos neste sentido”, comentou o coronel.

Concurso público está mantido

Em relação ao concurso público que tinha ingresso previsto de 1.580 policias em fevereiro deste ano na região metropolitana de Belo Horizonte, o comandante afirmou que o Governo mineiro garantiu que está mantido, depois de se cogitar o cancelamento. Segundo Giovanne da Silva, “a necessidade do efetivo é constante, já que se tem a defasagem em virtude da saída dos militares que se aposentam por tempo de serviço”.

O comandante disse que os candidatos irão ingressar em fevereiro do ano que vem na região metropolitana. Nas cidades do interior, a previsão é de início dos trabalhos em outubro de 2020. “Alguns requisitos que tinham de ser preenchidos para o ingresso deverão ser repetidos, como alguns exames de saúde. Aqueles que já fizeram o teste psicológico não precisarão repetir”, finalizou.

 

O post Comandante-geral da PM destaca redução da criminalidade apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: