Com fechamento comercial, estudo projeta 11.000 demissões em Divinópolis

Um estudo realizado por economistas da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Divinópolis apresentou um levantamento técnico em reunião ontem (13) com representantes da Prefeitura.

A análise estudou e ouviu o mercado local, concluindo que o impedimento da reabertura comercial poderá causar cerca de 11.000 demissões em Divinópolis.

Até o ano passado, a cidade registrava 37.141 empregos formais com carteira assinada. O impacto negativo causaria uma retração de cerca de 30% de trabalhadores.

Lojistas tentaram sensibilizar a Prefeitura, mas não conseguiram. Representantes de Galileu Machado (MDB) reafirmam que Divinópolis vai seguir o que for recomendado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.

Nos bastidores, grupos empresariais, populares e políticos tentam reverter a decisão municipal.

A intenção desses setores é convencer Galileu a reabrir o comércio de forma gradual dentro de rígidos controles sanitários e redução de fluxo e aglomeração de pessoas.

 

Foto ilustrativa: Correio Braziliense.

O post Com fechamento comercial, estudo projeta 11.000 demissões em Divinópolis apareceu primeiro em Portal MPA.

Postado originalmente por: Minas AM/FM

%d blogueiros gostam disto: